Publicado 28 de Fevereiro de 2018 - 5h30

Uma mulher de 39 anos foi estuprada e morta a facadas, anteontem, no Jardim Florence, em Campinas, no distrito do Campo Grande. O corpo de Maria de Fátima Marques de Miranda foi achado em uma área descampada na Estrada do Campo Grande, entre o Jardim Florence e o Jardim São Luiz, pelo irmão, um ajudante de pedreiro de 50 anos, e o marido dela. O agressor chegou a degolar a vítima. Com marcas de faca, ela estava com a saia levantada e sem calcinha.

Na tarde de ontem, uma ação conjunta de policiais civis da

2 Delegacia Seccional de Polícia, 2 Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e 11 Distrito Policial (DP) da cidade conseguiu prender um suspeito, identificado como o desempregado M.F.M.F., de 20 anos. Durante a operação foi necessário o apoio do helicóptero Pelicano, do Serviço Aerotático (SAT), uma vez que existia a indicação de que o suspeito estava escondido em uma mata. Com Maria sobe para quatro o número de mulheres assassinadas na cidade desde o início do ano. No ano passado, foram 32 vítimas. De acordo com relatos do marido da vítima para a polícia, Maria tinha o hábito de fazer caminhadas pela manhã e no dia do crime saiu cedo de casa, mas não voltou. A DDM pediu ontem mesmo a prisão preventiva do suspeito. Segundo os policiais, ele alegou que ficou com a vítima cerca de 1h30 e que durante o estupro, ela reagiu e ele a esfaqueou. (AR/AAN)