Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 5h30

Policiais civis da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Campinas apreenderam na manhã de ontem, na Vila Palmeiras, região do Campo Belo, em Campinas, uma metralhadora calibre 380 marca Uru, de origem peruana, além de cerca de 2 quilos de cocaína, 5,5 de maconha, além de pedras de crack e cinco ampolas de lidocaína (usada pelos traficantes para “amortecer” a língua e testar a pureza da coca). Todo o material, exceto a arma, estava dentro de sacolas no fundo do quintal da casa do desempregado John Leno Chaves Oliveira, que não tinha passagem criminal e foi preso por tráfico de drogas e posse irregular de armas. Para a Polícia, ele alegou que apenas “guardava o material”. De acordo com o delegado titular da Dise, Maurício Lucenti Geremonte, as investigações começaram há 15 dias para apurar tráfico de entorpecentes naquela região e chegou-se a Oliveira. A metralhadora seria usada para proteção de pontos de venda de drogas na região dos bairros Campo Belo e Jardim Marisa. “As investigações seguem para identificar os fornecedores e os compradores”, disse Geremonte. (Alenita Ramirez/AAN)