Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 19h30

Por AFP

A presidente chilena, Michelle Bachelet, assinou nesta terça-feira o decreto de criação de várias áreas marinhas protegidas, uma delas no arquipélago de Juan Fernández, multiplicando por dez a superfície marinha protegida durante seus quatro anos de mandato.A poucos dias de entregar o poder ao conservador Sebastián Piñera, Bachelet assinou a criação do Parque Nacional Mar de Juan Fernández e o das Ilhas Diego Ramírez-Paso Drake, na região austral de Magallanes, junto das Áreas Marinhas Costeiras Protegidas de Múltiplos Usos (AMCP-MU) no Ceno Almirantazgo, na Terra do Fogo; de Rapa Nui, na Ilha de Páscoa, e na localidade de Tortel (sul).Adicionalmente, criou o Parque Nacional de Pumalín, na Patagônia chilena, após a doação de terras do filantropo americano Douglas Tompkins. "É super emocionante o que estamos vivendo hoje. Estamos coroando um bonito processo, ao transformar a visão, vontade e ação necessária em projetos de lei", disse Bachelet, em uma das suas últimas cerimônias no palácio de La Moneda antes de entregar o poder, em 11 de março.Desta forma, a superfície marinha sob proteção ambiental é agora dez vezes maior que há quatro anos, passando de 4,3% a 42,4% do total da superfície marinha.Bachelet deixa, assim, um enorme legado conservacionista.Seu governo inclui a criação de 14 novas áreas marinhas protegidas (oito parques marinhos e seis áreas marinhas costeiras), que somam um total de 1,31 milhão de km2.A nova zona protegida no arquipélago de Juan Fernández compreende 262.000 km2 de parque marinho e uma área marinha protegida de múltiplos usos de 24.000 km2.O novo decreto protege também uma superfície de 720.000 km2 na Ilha de Páscoa, onde se proíbe a pesca industrial e se protegem ao menos 142 espécies endêmicas, 27 delas ameaçadas ou em risco de extinção.O Parque Marinho Ilhas Diego Ramírez-Paso Drake, na região de Magallanes e Antártica chilena, é o mais austral do planeta, abrangendo uma superfície de 144.390 km2. Já o Parque Pumalín se integra à Rede de Parques da Patagônia, que supõem uma área de conservação de 4,5 milhões de hectares no extremo sul do país.pa/gfe/ll/db

Escrito por:

AFP