Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 9h20

Por AFP

A Coordenação Rural protestou nesta terça-feira contra os acordos comerciais internacionais que "matam os agricultores" de acordo com o segundo maior sindicato agrícola francês, durante o Salão Da Agricultura de Versailles em Paris.Uma centena de manifestantes percorreu diferentes pavilhões do salão ao som de tambores, exibindo cartazes indicando: "Ceta+Mercosul, na França os agricultores morrem"."Os anúncios do presidente Macron dizendo que há na França uma linha vermelha não nos tranquiliza", disse à AFP o presidente do sindicato, Bernard Lannes.Enquanto Emmanuel Macron garantiu na quinta-feira passada que não haveria carne importada com hormônios na França em um discurso para 700 jovens agricultores convidados ao palácio do Eliseu, Lannes assegurou que isso não é a carne com hormônios que os preocupa.Os países com os quais negociamos esses acordos "são capazes de produzir a mesma qualidade de carne do que nós. Mais uma vez, os produtores são a variável", indignou-se Lannes.As discussões entre a União Europeia (UE) e os países do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai) para finalizar um acordo de livre comércio, retomados na semana passada na capital paraguaia, Assunção, continuam esta semana.Entre os países da UE, a França e a Irlanda são os mais preocupados com o potencial impacto negativo deste acordo no seu setor agrícola, principalmente devido à importação de carne bovina do Mercosul.etr/tq/phc/mr

Escrito por:

AFP