Publicado 26 de Fevereiro de 2018 - 13h50

Por AFP

A GSMA e o Departamento de Desenvolvimento Internacional (DFID) do Reino

Unido anunciaram hoje o lançamento do "Mobile for Humanitarian

Innovation" (M4H), um programa destinado a acelerar a entrega e o

impacto da assistência humanitária digital. Através do M4H, os setores

público e privado vão alavancar as novas tecnologias para criar soluções

duradouras que aprimorem o acesso e o uso de serviços habilitados para

dispositivos móveis, melhorando a preparação, resposta e recuperação

diante de emergências.

"A tecnologia e a inovação têm um papel muito importante na melhoria da

vida de milhões de pessoas no mundo em desenvolvimento", disse Penny

Mordaunt, secretária de Desenvolvimento Internacional do DFID. "Eu quero

aproveitar o espírito empreendedor do Reino Unido e utilizar as novas

tecnologias para oferecer soluções inteligentes no mundo todo, desde

cuidados de saúde até desastres naturais. É preciso exaltar a parceria

entre DFID e GSMA e nosso impulso conjunto para usar a tecnologia móvel

com o objetivo de impulsionar nossos esforços humanitários globais."

"A GSMA tem o prazer de ampliar sua parceria com o DFID para acelerar a

entrega e o impacto da assistência humanitária digital sustentável",

disse Mats Granryd, diretor-geral da GSMA. "A escala e o alcance das

redes móveis faz delas um lugar único para ajudar a enfrentar os

desafios enfrentados pelos respondentes humanitários e populações

afetadas. Juntamente com o DFID, construiremos pontes entre a indústria

móvel, outros parceiros do setor privado e a comunidade humanitária para

catalisar a inovação e demonstrar o impacto da assistência humanitária

digital."

De acordo com as Nações Unidas, em 2018, mais de 135 milhões de pessoas

vão precisar de assistência e proteção humanitária. A escala de resposta

exigida nessas situações está aumentando a pressão sobre o setor

humanitário para encontrar novas abordagens e parcerias para enfrentar

esses desafios. No entanto, existe um otimismo de que as soluções

digitais e a onipresença e o crescimento contínuo da tecnologia móvel

vão permitir uma ajuda mais eficiente, eficaz e digna. Isso é sublinhado

pelo fato de que, até 2025, haverá 9 bilhões de conexões móveis a nível

mundial, com 75% das conexões a partir dos smartphones.

O acesso à conectividade móvel pode ter um impacto transformador na

forma como a assistência humanitária é fornecida e pode ajudar a

capacitar as populações afetadas pela crise através do acesso a

informações, serviços e conexão com as famílias. O novo programa M4H vai

unir as operadoras de telefonia móvel, os setores público e privado e a

comunidade humanitária para avançar o desenvolvimento de um futuro

humanitário digital.

O programa vai ajudar a promover soluções inovadoras e estabelecer

alianças em áreas como identidade digital, dinheiro móvel, energia

habilitada para dispositivos móveis, resiliência climática e segurança

alimentar. Também vai fornecer financiamento de inovação para parcerias

que demonstrem o impacto das soluções digitais nos contextos

humanitários. O programa é gerenciado pela Divisão de Pesquisa e

Evidência do DFID e implementado pela GSMA Mobile for Development

Foundation.

Granryd concluiu: "Dedicamos os últimos anos a pesquisar e trabalhar

para destacar e demonstrar as oportunidades e o impacto das soluções

móveis nos contextos humanitários, inclusive através da nossa Carta de

Conectividade Humanitária. As pessoas afetadas pelas crises humanitárias

estão entre as mais vulneráveis do mundo. A conectividade móvel pode ser

uma linha de segurança. Juntos, DFID e GSMA vão ampliar esse trabalho e

realizar pesquisas colaborativas, facilitar parcerias e apoiar inovações

que atendam às necessidades das pessoas afetadas pela crise. Através do

M4H, os setores privado e público estão dando dignidade e capacitação a

essas pessoas e ajudando-as a superar obstáculos para ter acesso à

tecnologia devido ao deslocamento, à pobreza e à crise humanitária".

Para mais informações sobre o M4H, acesse: www.gsma.com/m4h

-FIM-

Sobre a GSMA

A GSMA representa os interesses das operadoras móveis em todo o mundo,

unindo cerca de 800 operadores com mais de 300 empresas no ecossistema

móvel mais amplo, incluindo fabricantes de celulares e dispositivos,

empresas de software, fornecedores de equipamentos e empresas de

Internet, bem como organizações em setores industriais adjacentes. A

GSMA também produz eventos líderes do setor, como o Mobile World

Congress, o Mobile World Congress de Xangai, o Mobile World Congress das

Américas e conferências do Mobile 360 Series.

Para mais informações, acesse o site corporativo da GSMA em www.gsma.com.

Siga a GSMA no Twitter: @GSMA.

Sobre o Departamento de Desenvolvimento Internacional (DFID)

Dirigimos o trabalho do governo britânico para acabar com a pobreza

extrema. Saiba mais em www.gov.uk/dfid

Entre em contato com nossa assessoria de imprensa: +44 20 7023 0600

Receba os nossos últimos comunicados de imprensa, fotos de uso gratuito,

vídeos incorporáveis e estudos de caso on-line. Para saber as últimas

novidades, siga-nos no Twitter: @DFID_Press

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.

As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se

referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que

tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: http://www.businesswire.com/news/home/20180226006133/pt/ Contato

Para a GSMA Beau Bass +44 79 7662 4962 [email protected] ou Pau

Guerrero / Gloria Almirall +34 93 236 09 00 [email protected] ou Assessoria

de Comunicação da GSMA [email protected]

This material is not an AFP editorial material and AFP shall not bear responsability for the accuracy of its content. In case you have any questions about the content, kindly refer to the contact person mentioned in the text of the release. End of the Business Wire's Press Release

Escrito por:

AFP