Publicado 28 de Fevereiro de 2018 - 9h22

Por Do Correio

O Tribunal da Província de Lodi, região da Lombardia (Milão, na Itália) suspendeu neste mês a cidadania de 39 campineiros após a descoberta de um esquema de fraude. Os envolvidos tinham um atestado falso que afirmara que eram residentes no município de Ospedaletto Lodigiano, em Lodi.

Confira: Campineiros têm direito suspenso

Escrito por:

Do Correio