Publicado 28 de Fevereiro de 2018 - 6h00

Por Do Correio

Grupos de escoteiros deram inicio a

Reprodução

Grupos de escoteiros deram inicio a "Operação Trânsito", que visa educar pedestres e motoristas, no que diz as normas cívicas de trânsito

DEPUTADO PEDE CONVOCAÇÃO DO REITOR DA UCC

O deputado Hélio Navarro, da bancada federal do MDB paulista, informou que apresentará requerimento, solicitando a intervenção federal na Universidade Católica de Campinas, além de pedir a convocação de seu reitor, Monsenhor Salim, para depor na Comissão Parlamentar de Inquérito sôbre o ensino superior. O parlamentar oposicionista adiantou que a medida que irá propor "se baseia numa série de irregularidades que constatou na Universidade", entre as quais enumerou as seguintes: discriminação religiosa; coação plítica contra alunos; aumento de mais de 50 por cento nas anuidades escolares; violação de correspondência de estudantes; empreguismo de inúmeros parentes do reitor, entre outras.

 

ESCOTEIROS DESENVOLVEM A "OPERAÇÃO TRÂNSITO"

Ontem pela manhã, das 10 às 12 horas, precisamente, grupo de 30 escoteiros, acompanhados de quatro pioneiros, e quatro chefes, deu inicio ao desenvolvimento prático da "Operação Trânsito", que o escotismo campineiro, a exemplo do que vem ocorrendo na Capital, promove, com vistas a valorizar o uso das faixas de segurança, e demais normas de trânsito de pedestres, bem como conscientizar os motoristas, no que diz respeito a observância dessas determinações. A "Operação Trânsito", teve inicio na semana passada, quando os escoteiros dos grupos Mogiana, Tuxaua, São Francisco da Rodhia, Carlos Gomes, São Bernardo e Notre Dame, receberam aulas teóricas no Grupo Escolar Orozimbo Maia.

 

MARINHA INSTALARÁ BASE EM MANAUS

A Marinha está dando os primeiros passos objetivando a instalação, nesta Capital, de uma base naval, além de uma outra unidade, que será localizada na colônia Oliveira Machado, à margem esquerda do Rio Negro. Nesse sentido, encontra-se nesta Capital o Almirante Roberto da Rocha Fragoso, Diretor de Engenharia da Marinha, acompanhado de três almirantes e de dez oficiais que apreciaram, ontem, as demonstrações do veiculo anfibio "Hovercraft", que funciona à turbina e com capacidade para trinta e oito passageiros. O "Hovercraft" viaja sobre um colchão de ar, deslocando-se tanto sôbre as águas como em terra firme, desenvolvendo grande velocidade.

Escrito por:

Do Correio