Publicado 27 de Fevereiro de 2018 - 10h51

Por Estadão Conteúdo

Presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell dirá ao Congresso nesta terça-feira que o banco central continua a caminho de elevações graduais dos juros para manter a economia equilibrada, em meio ao fortalecimento do crescimento e da inflação. "A perspectiva econômica segue forte", afirma Powell em seu discurso preparado. "Mais elevações graduais nas taxas dos fed funds promoverão uma melhor realização" dos objetivos do Fed.

O novo comandante do Fed também indicou que não está muito preocupado com a recente volatilidade nos mercados. Segundo ele, isso não prejudicará a trajetória de crescimento do país. A autoridade acrescentou que a economia americana cresceu a um ritmo sólido durante o segundo semestre de 2017 e em 2018. O discurso é a primeira aparição de Powell na Câmara dos Representantes desde que assumiu o comando do BC. Ele deve começar a falar às 12h (de Brasília).

Powell traçou um quadro otimista sobre a economia americana, que se expande a um ritmo sólido. O forte mercado de trabalho ajudará os gastos dos consumidores e as empresas ficarão mais confiantes em investir, afirma ele. O crescimento mais forte do exterior, por sua vez, tem beneficiado as exportações dos EUA e "dado apoio considerável para nosso setor manufatureiro", apontou.

Powell reafirmou que a trajetória da política monetária dependerá da perspectiva e também dos indicadores por vir. Segundo ele, a alta gradual dos juros sustentará o mercado de trabalho forte e proporcionará a volta da inflação à meta de 2% do Fed. O presidente do BC previu que a inflação ganhe força neste ano e se estabilize em torno de 2% no médio prazo. "Buscaremos equilíbrio entre evitar superaquecimento econômico e impulsionar a inflação", garantiu, apontando ainda que os riscos para a perspectiva econômica no curto prazo estão "equilibrados". Fonte: Dow Jones Newswires.

Escrito por:

Estadão Conteúdo