Publicado 26 de Fevereiro de 2018 - 8h25

Por Estadão Conteúdo

O Ministério do Planejamento abriu R$ 500 milhões em crédito suplementar para bancar despesas da União com sentenças judiciais transitadas em julgado, ou precatórios. Os recursos decorrem de anulação parcial da dotação orçamentária reservada para benefícios previdenciários urbanos. A decisão consta de portaria publicada na edição desta segunda-feira, 26, do Diário Oficial da União (DOU).

Escrito por:

Estadão Conteúdo