Publicado 25 de Janeiro de 2018 - 19h07

Por Adagoberto F. Baptista

Um policial civil do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) foi vítima de um atentado na noite da última quarta-feira (24). Ele estacionou o carro em uma rua do bairro São Bernardo, e quando foi dar partida no veículo, uma bomba que foi colocada embaixo do carro, explodiu. A informação foi confirmada pela Federação dos Trabalhadores da Polícia Civil da Região (Feipol).

De acordo com a Feipol, o caso aconteceu por volta das 19h30. O investigador trabalhava na cidade de Santa Bárbara DOeste, na região de Campinas, mas há pouco tempo estava trabalhando na Capital. O pneu de um carro que estava estacionado próximo ao veículo, chegou a explodir com o impacto. O policial não ficou ferido com a explosão. O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a perícia técnica foram acionados. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Campinas.

Um porta-voz da Feipol afirma que, por se tratar de um investigador com muitos anos de carreira e com participação em muitos casos, não existe um suspeito para o caso. Segundo ele, o caso já está em investigação. "Por se tratar de um investigador muito atuante, precisa levantar todos os casos, para tentar chegar a um suspeito", informou a Federação.

Ainda de acordo com a c uma linha de investigação é criada, a partir de uma linha do tempo com todos os casos em que a vítima trabalhou.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista