Publicado 25 de Janeiro de 2018 - 16h10

Por Adagoberto F. Baptista

Os números de casos da febre amarela tem assustado muita gente nos últimos dias. O ano passado o País sofreu um furto da doença e a situação neste Verão parece estar longe de ser resolvida. As filas para tomar a vacina contra doença estão cada vez maiores em todas as cidades. Uma solução para combater a transmissão do vírus finalmente apareceu no Brasil, é mais fácil do que imaginávamos e já está sendo divulgada em todas redes sociais. “Estamos em uma epidemia de febre amarela e no Verão aumentam os casos de dengue. Se você não for alérgico, tome de 3 a 6 gotas de própolis por dia diluído em água ou suco. O própolis entra na corrente sanguínea e seu cheio é expelido pelos poros, os mosquitos não suportam o cheiro e não picam”, diz a mensagem.

O medo de contrair doenças como a febre amarela e a dengue, acaba criando muitas notícias falsas na internet. A mensagem que está circulando pelas redes, afirmando que o uso de própolis é certeiro para não contrair o vírus, é falsa. O principal indício de que se trata de um boato, é que a doença, no Brasil, não é transmitido pelo Aedes Aegypt – mosquito transmissor de doenças como a dengue e a zika. O País não tem registro de casos de febre amarela urbana desde 1942. Outro ponto, é que infectologista já afirmaram que é essencial que toda a população esteja vacina contra a doença. “É preciso se vacinar. Quem mora em áreas de risco e mata, deve colocar tela de proteção em toda a casa e, se possível, usar sempre roupas longas”, diz o infectologista Rogério de Jesus Pedro, da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas.

Escrito por:

Adagoberto F. Baptista