Publicado 26 de Janeiro de 2018 - 22h50

Por AFP

O Comitê para as Negociações Sírias (CNS), que reúne os principais grupos de oposição ao regime do presidente Bashar al Assad, anunciou nesta sexta-feira que boicotará a conferência sobre a Síria convocada pela Rússia na terça-feira em Sotchi. "O CNS anuncia seu boicote à conferência de Sotchi à qual a Rússia nos convida nos dias 29 e 30" de janeiro, informou a organização em um tuíte em sua conta oficial em árabe. Essa decisão acontece após uma infrutífera rodada de conversações sob a égide da ONU em Viena. Paralelamente às negociações auspiciadas pelas Nações Unidas, a Rússia promoveu desde o ano passado negociações das quais participam Irã e Turquia, e convidou aproximadamente 1.600 pessoas a "um congresso de paz" na cidade de Sochi, no mar Negro, para fechar um acordo sobre uma Constituição para a Síria do pós-guerra. Os países ocidentais observam esse diálogo com desconfiança, já que temem que Moscou tente torpedear as negociações promovidas pela ONU para conseguir um acordo favorável para seu aliado, o presidente Assad. rim-phs/lpt/gm/cc

Escrito por:

AFP