Publicado 26 de Janeiro de 2018 - 11h00

Por AFP

A Justiça britânica estudava nesta sexta-feira (26) o pedido de Julian Assange para que retire o mandado de prisão contra ele emitido quando buscou abrigo na embaixada equatoriana há mais de cinco anos.Os advogados de Assange argumentam que a ordem perdeu seu sentido depois que a Suécia anunciou que abandonaria a investigação por estupro que pesava contra ele.A corte de magistrados de Westminster, em Londres, ficará em audiência durante todo dia e poderá ter uma decisão em breve, disse a Procuradoria à AFP.O mandado de prisão europeu foi retirado após a decisão da Justiça sueca, mas o britânico continua de pé por ter violado os termos de sua liberdade condicional quando entrou na embaixada equatoriana para evitar sua extradição.Assange temia que a extradição para a Suécia fosse apenas uma escala para seu destino final, os Estados Unidos, em função dos vazamentos de documentos secretos na plataforma WikiLeaks.al/ra/tt

Escrito por:

AFP