Publicado 24 de Janeiro de 2018 - 23h30

Por AFP

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse nesta quarta-feira que "insistiu muito" para que seu homólogo americano, Donald Trump, participasse do fórum de Davos e anunciou que viajará para os Estados Unidos em abril a seu convite. "Falei com ele por telefone e recomendei fortemente que viesse a Davos para explicar sua estratégia e se aprofundar neste ambiente, confrontar-se com outras ideias, estar conosco nesse multilateralismo um tanto informal", declarou Macron em uma entrevista para a radiotelevisão suíça RTS. "Esta relação pessoal (com ele) é muito forte para mim, estou muito apegado a ela. E os Estados Unidos são nossos parceiros" na luta contra o terrorismo, o futuro da Síria ou a paz no Oriente Próximo. "Se nos aborrecemos com eles, não poderemos atuar", disse. "Tive divergências com ele sobre a forma, mas sobre a finalidade estamos de acordo. Devemos trabalhar com eles (Estados Unidos). A França nunca construirá verdadeira estratégia para mudar o mundo sem os Estados Unidos", acrescentou o presidente francês. leb/mf/gm/cc

Escrito por:

AFP