Publicado 24 de Janeiro de 2018 - 22h40

Por AFP

As autoridades de Assunção declararam nesta quarta-feira (24) o estado de emergência na capital paraguaia por 30 dias, depois de que uma inusual elevação do rio Paraguai em pleno verão deixou cerca 20.000 pessoas afetadas. A medida permitirá aos conselhos dos bairros atingidos "dispor dos fundos necessários, com menos burocracia, para proceder à compra de insumos e víveres", indicou a Junta Municipal de Assunção em um comunicado.Várias pessoas deslocadas foram alojadas em prédios de instituições militares e áreas altas da capital, informou a Secretaria de Emergência Nacional em um relatório.Outras centenas de afetados começaram a ocupar moradias abandonadas e montaram casas precárias nas praças, ruas e terrenos baldios em Assunção, constatou a AFP.A Direção Geral de Meteorologia explicou que há uma tendência de elevação lenta e permanente do rio Paraguai por causa das chuvas abundantes registradas nas últimas semanas.A instituição informou que o nível do rio cresceu dois centímetros nas últimas 24 horas. Em janeiro já foram registrados cerca de 270 milímetros de água acumulada no país, acrescentou agência meteorológica.erd/of/spc/yow/cc

Escrito por:

AFP