Publicado 24 de Janeiro de 2018 - 18h20

Por AFP

Os três juízes de um tribunal de apelação confirmaram nesta quarta-feira (24) por unanimidade a condenação por corrupção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aumentaram a pena inicial para 12 anos e um mês de reclusão, complicando suas aspirações presidenciais.Lula, que ainda dispõe de recursos para evitar a prisão, foi considerado culpado de ter se beneficiado de um apartamento tríplex, oferecido pela empreiteira OAS em troca de sua mediação para obter contratos na Petrobras. A pena inicial era de nove anos e meio de prisão.mel-js/csc/mvv

Escrito por:

AFP