Publicado 24 de Janeiro de 2018 - 17h30

Por AFP

Dois dos três juízes de uma corte de apelações confirmaram nesta quarta-feira (24) a sentença por corrupção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pediram para aumentar a pena inicial, de 9 anos e meio de prisão, para mais de 12 anos de reclusão.Neste sentido se pronunciaram os magistrados João Gebran Neto, relator do caso, e Leandro Paulsen, em uma sessão iniciada esta manhã na sede do Tribunal Regional Federal 4 (TRF4) de Porto Alegre. mel/pt/ltl/mvv

Escrito por:

AFP