Publicado 04 de Janeiro de 2018 - 19h40

Por Estadão Conteúdo

O herói do Costa Concórdia, o comandante que ordenou ao capitão do navio voltar ao transatlântico encalhado, figura entre os possíveis candidatos da formação antissistema Movimento Cinco Estrelas (M5E) nas eleições legislativas de março na Itália.O oficial do porto de Livorno, Gregorio De Falco, ficou conhecido pela ordem que deu ao capitão Francesco Schettino: "volte a bordo, caralho", frase com a qual salvou a honra da Itália diante da covardia do capitão durante o naufrágio do Costa Concórdia em 2012 e que causou a morte de 32 pessoas.Milhares de italianos, conhecidos e desconhecidos, se candidataram ou se propuseram a entrar na lista da formação antissistema para as eleições gerais previstas para 4 de março.Segundo a imprensa, entre os personagens mais conhecidos destaca-se De Falco, assim como vários jornalistas da televisão.As candidaturas chegaram através do Rousseau, o sistema de computadores que gere a plataforma do M5E na Internet, recentemente acusado de má gestão.O sistema teve problemas na quarta-feira, véspera da data limite, já que os candidatos serão selecionados por votação interna.De Falco, de 51 anos, pode fazer parte da lista para o Senado, segundo o jornal Il Corriere della Sera. Schettino e De Falco se tornaram, sem querer, uma alegoria das "duas almas" da Itália: de um lado "um padrinho disposto a quebrar todas as regras", e de outro "o herói tímido com ética rigorosa".O M5E, fundado em 2009 pelo comediante Beppe Grillo, está entre os favoritos nas eleições legislativas deste ano e já governa importantes cidades, entre elas Roma e Turim.Segundo cálculos da imprensa italiana, entre 2.000 e 10.000 pessoas se candidataram, o que obrigará os militantes e dirigentes a estudar as candidaturas a fundo.As últimas pesquisas indicam que o M5E será a formação mais votada do país, com 28% dos votos, à frente do governante Partido Democrático (centro esquerda), com 25%.

Escrito por:

Estadão Conteúdo