Publicado 03 de Janeiro de 2018 - 19h10

Por Estadão Conteúdo

O novo senador pelo Alabama, o democrata Doug Jones, prestou juramento nesta quarta-feira, do mesmo modo que a nova senadora por Minnesota, a também democrata Tina Smith, o que fortalece a minoria opositora no Congresso dos Estados Unidos.A integração de Smith ao Senado eleva o número de senadoras a 22 de um total de 100, um recorde.A minoria democrata e os aliados ocupam agora 49 cadeiras no Senado, contra 48 antes da eleição de Jones, no dia 12 de dezembro, o que causa grande preocupação no Partido Republicano e na Casa Branca.No bastião conservador do Alabama, Jones é o primeiro democrata eleito em um quarto de século, para o lugar do republicano Jeff Sessions, nomeado secretário da Justiça pelo presidente Donald Trump no ano passado.Tina Smith foi nomeada pelo governador de Minnesota após a renúncia do democrata Al Franken, acusado por várias mulheres de contatos sexuais abusivos.Os dois novos senadores prestaram juramento diante do vice-presidente Mike Pence, garantindo que vão "proteger e defender a Constituição".O número de senadoras tem aumentado progressivamente ao longo dos anos, desde a eleição da primeira mulher, Hattie Wyatt Caraway, em 1932 (outra mulher havia ocupado brevemente uma cadeira no Senado após a morte do marido, em 1922). No total, apenas 51 mulheres ocuparam cadeiras no Senado na história dos Estados Unidos.Das 22 senadoras atuais, 17 são democratas.ico/leo/lr

Escrito por:

Estadão Conteúdo