Publicado 03 de Janeiro de 2018 - 17h40

Por Estadão Conteúdo

Os membros do Fed (banco central americano) estão divididos sobre o aumento das taxas de juros em 2018 por diferenças sobre as causas da fraca inflação e do crescimento salarial, segundo um relatório publicado nesta quarta-feira.As minutas da reunião do comitê de política monetária (FOMC) dos dias 12 e 13 de dezembro, nas quais as taxas foram aumentadas pela terceira vez em 2017, também mostrou que vários membros consideram incertos os resultados do novo corte de impostos.Embora estas baixas possam estimular os gastos, também há indícios de que muitas companhias poderiam aproveitá-las para fazer fusões ou recomprar ações, destacam as minutas.hs/oh/gm/gv/mvv

Escrito por:

Estadão Conteúdo