Publicado 26 de Janeiro de 2018 - 22h03

Por Carlos Rodrigues

Bruno Nazário comemora o segundo gol do Guarani com apenas 17 minutos de jogo: time jogou bem e não deu chance ao Água Santa

Leandro Ferreira/AAN

Bruno Nazário comemora o segundo gol do Guarani com apenas 17 minutos de jogo: time jogou bem e não deu chance ao Água Santa

Os três pontos eram fundamentais, mas o Guarani precisava também de uma atuação consistente para amenizar a pressão. E no primeiro jogo da sequência que terá em casa, o time conseguiu as duas coisas. Equilibrado e competitivo, o Bugre não deu nenhuma chance ao Água Santa e venceu por 3 a 0, nesta sexta-feira (26), no Estádio Brinco de Ouro, em partida válida pela 4ª rodada da Série A2 do Paulista.

Bruno Mendes, Bruno Nazário e Erik marcaram os gols da segunda vitória alviverde no campeonato. Com 6 pontos, o Guarani ocupa momentaneamente a quinta colocação, mas perderá posições após o complemento da rodada. Agora, a equipe terá a primeira semana cheia de preparação desde o início do torneio e só volta a campo na próxima sexta-feira, às 21h30, diante do Batatais, outra vez em Campinas.

Embora não tenha sido primoroso, o Guarani fez um jogo equilibrado e, acima de tudo, eficiente. Com um minuto, poderia ter aberto o placar com Bruno Mendes, que disparou livre, mas em vez de tentar o gol, preferiu cavar um pênalti. O maior susto sofrido no jogo foi aos 6', mas Bruno Brígido fez ótima defesa na cabeçada de Leandro Cearense.

Passado esse começo bem movimentado, o Bugre tratou de encaminhar sua vitória num espaço de apenas cinco minutos. Aos 12', Bruno Nazário recebeu bom lançamento de Marcílio e foi derrubado por Neguete fora da área. O árbitro, no entanto, marcou pênalti e Bruno Mendes bateu no cantinho direito para fazer 1 a 0.

Não demorou muito para que a equipe alviverde ampliasse o placar. Em descida pelo lado esquerdo, Rondinelly recebeu na área e chutou forte para defesa de Edson Kolln. O rebote ficou nos pés de Bruno Nazário, que bateu e ainda contou com um desvio no meio do caminho para fazer 2 a 0.

Com uma cômoda vantagem, o Guarani se deu ao luxo de se posicionar mais atrás, deixar o Água Santa com a bola e só ir ao ataque na boa. Com essa postura mais reativa, conseguiu apresentar eficaz compactação defensiva e soube administrar o resultado sem praticamente ser ameaçado. O principal apuro foi em uma bola colocada na área por Leandro Cearense, mas Marcílio salvou ao afastar para escanteio.

Com duas mudanças, o Água Santa voltou do intervalo bem mais ofensivo. A proposta era ser agressivo para diminuir logo o placar e colocar fogo no jogo. A iniciativa era boa na teoria, mas não funcionou na prática. Tanto que quem criou as principais oportunidades foi o Guarani.

Aos 7', Bruno Mendes aproveitou erro na saída de bola e serviu Erik, que finalizou para fora. A dupla apareceu novamente aos 16', mas dessa vez a jogada funcionou. Bruno saiu na cara do gol, não foi fominha e só rolou para Erik bater no canto esquerdo e fazer 3 a 0.

Com o jogo liquidado, o Água Santa praticamente entregou os pontos. Melhor em campo, o Bugre teve chances até de ampliar, mas se contentou com o placar. Jogando bem e sem perder o controle em momento algum, o alviverde garantiu a reabilitação com a sua primeira goleada em 2018.

 

Escrito por:

Carlos Rodrigues