Publicado 25 de Janeiro de 2018 - 19h40

Por Agência Anhanguera de Notícias

O investigador trabalhava na cidade de Santa Bárbara D'Oeste, na região de Campinas, mas há pouco tempo estava trabalhando na Capital

Cedoc/RAC

O investigador trabalhava na cidade de Santa Bárbara D'Oeste, na região de Campinas, mas há pouco tempo estava trabalhando na Capital

Um policial civil do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC) foi vítima de um atentado na noite da última quarta-feira (24).  Ele estacionou o carro em uma rua do bairro São Bernardo, e quando foi dar partida no veículo, uma bomba que foi colocada embaixo do carro, explodiu. A informação foi confirmada pela Federação dos Trabalhadores da Polícia Civil da Região (Feipol).

De acordo com a Feipol, o caso aconteceu por volta das 19h30. O investigador trabalhava na cidade de Santa Bárbara D'Oeste, na região de Campinas, mas há pouco tempo estava trabalhando na Capital. O pneu de um carro que estava estacionado próximo ao veículo, chegou a explodir com o impacto. O policial não ficou ferido com a explosão. O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar e a perícia técnica foram acionados. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial de Campinas.

Um porta-voz da Feipol afirma que, por se tratar de um investigador com muitos anos de carreira e com participação em muitos casos, não existe um suspeito para o caso. Segundo ele, o caso já está em investigação. "Por se tratar de um investigador muito atuante, precisa levantar todos os casos, para tentar chegar a um suspeito", informou a Federação. 

Ainda de acordo com a Polícia, nesses casos, uma linha de investigação é criada a partir de uma linha do tempo, com todos os casos em que a vítima trabalhou.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias