Publicado 25 de Janeiro de 2018 - 16h24

Por Estadão Conteúdo

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, fez questão de reforçar mensagem contida no comunicado da decisão de política monetária da instituição de que a taxa de juros será mantida "muito além" do fim do

programa de compra de ativos (QE, na sigla em inglês).

Quando o BCE divulgou em sua última ata, da reunião de dezembro, que considerava alterar diretrizes ainda no começo deste ano, analistas estimaram que uma possibilidade seria o banco sinalizar que a taxa de juros poderia subir logo após o fim do programa de compra de ativos, com previsão de término em setembro deste ano.

No entanto, em coletiva de imprensa hoje, após a decisão da instituição, Draghi afirmou que um amplo grau de estímulo monetário permanece necessário e que permanece comprometido a continuar uma implementação "suave" do QE. "O BCE não pode ainda declarar vitória em relação ao QE. O programa deve seguir até que o BC veja um ajuste sustentável da inflação".

Em relação ao comunicado da última ata, Draghi tmabém disse que as discussões sobre possíveis mudanças nas diretrizes ainda não começaram de fato dentro do Conselho do BCE. (Gabriela Korman - [email protected])

Escrito por:

Estadão Conteúdo