Publicado 03 de Janeiro de 2018 - 8h05

Por Estadão Conteúdo

Na contramão da Tordesilhas, a Contexto, que por 30 anos só lançou não ficção, inaugurou, em 2017, a coleção Marco Polo. Foi sua estreia na ficção, sem, no entanto, fugir de sua vocação. "Entendemos muito de história e notamos um espaço no mercado: livros romanceados com pegada mais histórica, de eventos que realmente aconteceram e contados de maneira factível", explica Daniel Pinsky, diretor comercial. A editora registrou aumento de 15% de faturamento.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo