Publicado 25 de Julho de 2016 - 15h25

Por Jaqueline Harumi Ishikawa

Fotos: Arquivo Pessoal (19_07)

Jaqueline Harumi

Da Agência Anhanguera

[email protected]

O autônomo Valmir Paulo dos Santos, 46 anos, que estava desaparecido desde o último dia 6, foi encontrado morto em uma área de mato marginal à Rodovia Anhanguera, na região do Jardim do Lago, em Campinas, no fim de semana e o corpo, que estava em avançado estado de decomposição, foi reconhecido pela família ontem de manhã.

De acordo com familiares, o encontro do cadáver aconteceu por volta das 16h na altura do trecho entre os Kms 91 e 92, sentido Capital. Policiais da 2ª Delegacia Seccional comunicaram a localização às 21h40. A morte, considerada suspeita, será investigada no 2º Distrito Policial e a liberação do corpo deve demorar de uma semana a 20 dias.

Antes de desaparecer, Santos apresentava sinais de transtornos psiquiátricos severos e era alcoólatra, mas estava sem beber fazia 15 dias. No dia em que sumiu, ele disse à mulher por telefone que visitaria a mãe no Paraná com o filho do casal, de 9 anos, e saiu de moto da casa, no Jardim Anton Von Zuben. Segundo o filho, o pai seguiu até a Avenida Jorge Tibiriçá, no Jardim das Oliveiras, deixou a moto jogada em frente a uma padaria e caminhou até a Avenida Engenheiro Antônio Francisco de Paula Souza, onde pediu ajuda às pessoas alegando que havia sido assaltado. Dali pegou um táxi, circulou pela cidade, jogou R$ 50 para o motorista e saiu correndo deixando o filho para trás. O menino andou da Avenida da Saudade até a Antônio Francisco de Paula Souza e pediu ajuda.

Escrito por:

Jaqueline Harumi Ishikawa