Publicado 25 de Julho de 2016 - 16h32

Por Paulo César Dutra Santana

Paulo Santana

Da Agência Anhanguera

[email protected]

O presidente da Ponte Preta, Vanderlei Pereira, conversou ontem com os presidentes da Federação Paulista, Reynaldo Carneiro de Bastos, e da CBF, Marco Polo Del Nero. Cobrou providências a respeito da polêmica arbitragem do carioca Leonardo Garcia Cavaleiro, que deixou de marcar dois pênaltis claros para a Macaca e um gol legítimo, também não anotado.

Cavaleiro, que é administrador de empresas e faz parte do quadro da CBF desde 2003, já havia apitado um jogo da Macaca, sem problemas. Foi na vitória sobre o América-MG, por 2 a 1, no dia 2 de junho, em Belo Horizonte.

No ano passado, ele se envolveu em uma confusão de grande repercussão ao marcou três pênaltis em favor do Vasco diante do modesto Friburguense, pelo Campeonato Carioca. Mesmo assim, o clube que se tornaria campeão estadual acabou perdeu o jogo por 5 a 4.

Como “punição” pelos erros que foram repercutidos e receberam críticas da imprensa e jogadores, Cavaleiro acabou sendo escalado para as semifinais do Estadual. “Eles (Carneiro de Del Nero) entenderam a nossa queixa como legítima”, disse Vanderlei Pereira, que ressaltou que apresentou representação por escrito na entidade pedindo para o árbitro não seja escalado em jogos da Macaca.

Segundo o dirigente, Del Nero afirmou que marcaria uma reunião com o departamento de arbitragem da CBF ontem mesmo para apresentar as falhas. “Concordamos ao telefone que a essa atuação deixou claro que ele (juiz) não tem capacidade para atuar em uma partida de Série A. O presidente Del Nero disse que medidas serão tomadas”, garantiu Vanderlei.

Copa do Brasil

O técnico Eduardo Baptista comanda, hoje à tarde, o treino que define a equipe da Ponte para o jogo de amanhã, às 19h30, com o Figueirense, pela rodada de volta da Copa do Brasil. Com pouco tempo para treinar, ele adiantou que irá escolher de acordo com a condição física de cada atleta. O atacante William Pottker pode ser a principal novidade, em lugar de Roger, que voltou a marcar gol no empate com o Internacional, por 2 a 2.

Os ingressos já estão à venda por preços promocionais. A entrada para arquibancada central ou na geral que fica sobre o portão de acesso ao estádio é vendida por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). O único preço diferenciado é o das vitalícias, a R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Além das bilheterias do Majestoso, os ingressos estão à venda nas lojas Baby (Centro e Campinas Shopping) e na unidade social do Jardim das Paineiras, das 11h às 17h.

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana