Publicado 24 de Julho de 2016 - 12h25

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Foto: Elcio Alenita Divulgação

Apesar de a convenção ter ocorrido na manhã de ontem, o PSDB só vai definir o candidato a vice-prefeito na noite de quarta-feira. Ontem foi realizada a homologação da chapa de vereadores, que será pura, sem coligações, e composta por 50 candidatos a vereador, a confirmação do apoio à candidatura à reeleição do prefeito a Jonas Donizette (PSB) e também a autorização dos membros do partido para que a Executiva continue discutindo o processo de escolha do vice, que tem três candidatos: o atual vice, Henrique Magalhães Teixeira, o advogado Flávio Henrique Pereira, ex-secretário de Gestão e Controle, e Paulo Roberto Sabioni, o Periquito, secretário de Esportes de Valinhos. “Ainda não se chegou a um consenso. Falta mais conversa entre a Executiva e os candidatos para ver o que é o melhor para Campinas”, disse o presidente do partido em Campias, Carlos Alberto Cavallaro, o Beto Cavallaro. “Não há uma preferência. Os três candidatos são iguais e todos têm o respeito do partido”, completou.

Os deputados federal Carlos Sampaio e estadual Célia Leão, além do prefeito Jonas Donizette, marcaram presença na convenção que ocorreu no diretório do partido no bairro Taquaral. “O PSDB é tranquilo e mantemos nossa aliança com o PSB porque ganhamos as eleições de 2012 e estamos no governo. Queremos dar continuidade aos projetos para a cidade”, frisou Beto.

O PMB e o PC do B também confirmaram apoio à candidatura do prefeito Jonas Donizette, em convenção pela manhã.

A votação do PMB ocorreu no Plenário da Câmara, com início por volta das 10h. O vereador Aurélio Cláudio confirmou a candidatura para reeleição. É a sexta vez que ele disputa o cargo. Aurélio é o único candidato ao legislativo pelo partido que fez aliança com o PSB e o PMDB para a chapa de vereador. “A administração de Jonas está dando certo e está no caminho certo. Ele está fazendo o que a cidade necessita, mesmo com as dificuldades que têm. É uma administração séria e honesta. Vamos apostar na continuidade dessa administração para conseguirmos fazer mais obras na cidade”, disse Aurélio. “Eu acredito no partido e que eles possam melhorar Campinas”, frisou.

A convenção contou com cerca de 60 filiados e foi tranquila.

Já o PC do B reuniu cerca de 700 filiados e simpatizantes no Clube Orion no bairro Bonfim. O evento contou com a participação do deputado federal Orlando Silva, presidente do comitê estadual da sigla, da presidente do partido em Campinas, Márcia Quintanilha, e do prefeito Jonas Donizette.

O partido confirmou o apoio à reeleição do prefeito e a candidatura de 33 candidatos. Para fechar a chapa, a sigla fez aliança com o PT do B e hoje define coligação com outro partido, cuja a sigla não foi divulgada. “Para a chapa de vereadores vamos fazer uma coligação proporcional. Nosso partido já tem os 33 candidatos, sendo 13 mulheres. O PTdoB tem de 15 a 18 candidatos e só falta o terceiro partido”, disse Márcia.

Durante a convenção, o partido entregou uma carta compromisso para Jonas Donizette que coloca vários pontos de manutenção dos projetos da legenda. “Continuamos a aliança do PSB e o PTdoB. Estamos juntos desde 2012 e achamos importante dar continuidade a essa parceria. Queremos que o prefeito seja reeleito para darmos continuidade ao processo de melhoria para a cidade”, falou a presidente do partido.

PT do B

As convenções seguem entre os dias 27 e 31 para pelo menos 12 partidos. O Democratas agendou o encontro para o dia 27; PRB, PSD, PR marcaram para o dia 29; PDT, Rede, PMDB e PP fazem a reunião no dia 30; e PSB, PSDC e PPL realizam a convenção partidária no dia 31. Além do PSB de Jonas, PT, PSD, PDT e Rede terão candidaturas próprias a prefeito. PT e PSD vão concorrer com Marcio Pochmann e Artur Orsi, respectivamente, mas ainda não definiram os nomes dos candidatos a vice. Já a Rede terá Surya Guimaraens como candidata a prefeita e Guilherme Oliveira, vice. O PDT garante que terá nome próprio, mas ainda não anunciou o pré-candidato. Apesar de inelegível, o ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos não esconde a intenção de concorrer.

O PT e o PSD deverão definir ainda os partidos que irão compor a coligação. Isolado, o PT deverá ter chapa pura e partidos considerados pequenos na coligação. O PSD esperava contar com o PMDB em sua coligação, apostando numa articulação encabeçada por caciques estaduais e nacionais das legendas. Porém, o diretório municipal do PMDB defendia a manutenção da aliança com Jonas e a vontade dos dirigentes locais deve prevalecer. Com a decisão, o PSD também deve contar apenas com partidos pequenos em sua coligação.

SAIBA MAIS

Partido Data Hora Local

DEM 27 de julho 19 horas Câmara Municipal

PRB 29 de julho 19 horas Sociedade Recreativa Esportiva Vila Marieta

PSD 29 de julho 18 horas Clube Fonte São Paulo

PR 29 de julho 19 horas Câmara Municipal

PT 30 de julho 15 horas Hotel Vila Rica

PDT 30 de julho 9 horas Sede do partido

Rede 30 de julho 15h30 Câmara Municipal

PMDB 30 de julho 10 horas Sede do partido

PP 30 de julho 9 horas Câmara Municipal

PSB 31 de julho 9 horas Casa de Portugal

PSDC 31 de julho 9 horas Casa de Portugal

PPL 31 de julho 8 horas Casa de Portugal

Escrito por:

Alenita de Jesus