Publicado 23 de Julho de 2016 - 14h52

A Polícia Militar de Campinas deteve para averiguação no começo da manhã deste sábado (23) um promotor de eventos de 20 de idade por suspeita de embriaguez ao volante, falta de Carteira Nacional de Habilitação e falsa comunicação de Crime.

Segundo a polícia, por volta das 5h20 o promotor de eventos N..S, 20, morador em Campinas, ligou para o 190 do Copom dizendo que havia sido assaltado e os ladrões levado seu automóvel, um Honda Civic,e que ele estava parado próximo ao pedágio da Rodovia Santos Dumont (SP-075- sentido norte).

Uma viatura da PM com quatro patrulheiros foi deslocada até o local para averiguar a ocorrência e se deparou com o rapaz em visível estado de embriaguez. Próximo ao local, os policiais conseguiram localizar o Honda Civic do rapaz com sinais de colisão na lateral direita. Durante a conversa, um funcionário da concessionária que administra a rodovia se aproximou e disse que o rapaz havia batido o carro numa mureta central de proteção antes do pedágio e que não havia ocorrido nenhum assalto.

Diante da argumentação, segundo os PMs, o promotor de eventos acabou confessando que havia mentido e que havia batido o veículo depois de voltar de um baile funk que aconteceu numa chácara das proximidades.

Ele foi encaminhado para o Plantão da Segunda Delegacia de Polícia, onde seria lavrado um BO. Até a conclusão desta matéria não se sabia se ele seria preso ou liberado pelo delegado plantonista.