Publicado 22 de Julho de 2016 - 17h53

Por Bruno Bacchetti

Bruno Bacchetti

DA AGÊNCIA ANHANGUERA

[email protected]

Depois de muitas conversas e articulações, a definição das coligações para a disputa da Prefeitura de Campinas começa a sair do papel. A temporada de convenções partidárias foi aberta ontem, com o encontro municipal do PSOL para sacramentar a pré-candidatura de Marcela Moreira. Neste fim de semana, sete legendas realizam a convenção para homologar as alianças e a chapa de vereadores. Os encontros de PPS, PSC e PV acontecem hoje e as convenções de PSDB, PTB, PMB e PCdoB estão marcadas para amanhã. Na próxima semana, pelo menos 12 partidos agendaram reuniões dos diretórios. O prazo estipulado pela Justiça Eleitoral para as convenções municipais termina no dia 5 de agosto.

As convenções partidárias que serão realizadas neste final de semana não devem reservar nenhuma surpresa. Os sete partidos fazem parte da coligação do prefeito Jonas Donizette (PSB) e os encontros deverão apenas oficializar a aliança. A expectativa fica por conta do PSDB, que poderá definir na convenção o nome do candidato a vice-prefeito na chapa de Jonas. O partido admite que estuda três opções para o cargo. Além do atual vice, Henrique Magalhães Teixeira, os outros dois nomes na disputa são o advogado Flávio Henrique Pereira, ex-secretário de Gestão e Controle, e Paulo Sabioni, o Periquito, secretário de Esportes de Valinhos. A decisão pode sair na convenção de amanhã. Embora Henrique tenha ganhado força nos últimos dias e conte com a preferência de Jonas, existe a possibilidade de a decisão ser postergada. “É uma conversa boa, ninguém está preterindo o Henrique. Temos que chegar num consenso e dar espaço para todos. A definição pode não acontecer domingo (amanhã), mas pelo menos até o dia da convenção do PSB (dia 31) tem que sair”.

Entre os dias 27 a 31, pelo menos 12 partidos realizarão as convenções partidárias. O Democratas agendou o encontro para o dia 27; PRB, PSD, PR marcaram a convenção para o dia 29; PDT, Rede, PMDB e PP fazem a reunião no dia 30; e PSB, PSDC e PPL realizam a convenção partidária no dia 31. Além do PSB de Jonas, PT, PSD, PDT e Rede terão candidaturas próprias a prefeito. PT e PSD vão concorrer com Marcio Pochmann e Artur Orsi, respectivamente, mas ainda não definiram os nomes dos candidatos a vice. Já a Rede terá Surya Guimaraens como candidata a prefeita e Guilherme Oliveira, vice. O PDT garante que terá nome próprio, mas ainda não anunciou o pré-candidato. Apesar de inelegível, o ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos não esconde a intenção de concorrer.

O PT e o PSD deverão definir ainda os partidos que irão compor a coligação. Isolado, o PT deverá ter chapa pura e partidos considerados pequenos na coligação. O PSD esperava contar com o PMDB em sua coligação, apostando numa articulação encabeçada por caciques estaduais e nacionais das legendas. Porém, o diretório municipal do PMDB defendia a manutenção da aliança com Jonas e a vontade dos dirigentes locais deve prevalecer. Com a decisão, o PSD também deve contar apenas com partidos pequenos em sua coligação.

Partido Data Hora Local

PSOL 22 de julho 19 horas Salão Vermelho da Prefeitura

PPS 23 de julho 9 horas Sindicato dos Bancários

PV 23 de julho 9 horas Câmara Municipal

PSC 23 de julho 13h30 Câmara Municipal

PSDB 24 de julho 9 horas Sede do partido

PMB 24 de julho 9 horas Câmara Municipal

PTB 24 de julho 15 horas Câmara Municipal

PCdoB 24 de julho 9 horas Orion Club

DEM 27 de julho 19 horas Câmara Municipal

PRB 29 de julho 19 horas Sociedade Recreativa Esportiva Vila Marieta

PSD 29 de julho 18 horas Clube Fonte São Paulo

PR 29 de julho 19 horas Câmara Municipal

PT 30 de julho 15 horas Hotel Vila Rica

PDT 30 de julho 9 horas Sede do partido

Rede 30 de julho 15h30 Câmara Municipal

PMDB 30 de julho 10 horas Sede do partido

PP 30 de julho 9 horas Câmara Municipal

PSB 31 de julho 9 horas Casa de Portugal

PSDC 31 de julho 9 horas Casa de Portugal

PPL 31 de julho 8 horas Casa de Portugal

Escrito por:

Bruno Bacchetti