Publicado 22 de Julho de 2016 - 16h42

Por Delminda Aparecida Medeiros

Reggae pela Paz

O ritmo contagiante imortalizado por Bob Marley dá o tom no show Reggae pela Paz, na Concha Acústica do Taquaral, com a banda campineira Reggae Spirit, a pioneira do gênero no Interior do Estado. O show encerra a programação artística comemorativa dos 242 anos de Campinas, completados em 14 de julho. Criada em 1987, a banda busca seguir a linha de trabalho e filosofia proposta por seus criadores, sem perder de foco a realidade e mazelas brasileiras. Segundo Doc Miranda, vocalista e fundador, a banda tem como principal referência a força do reggae de Bob Marley. “É a conexão Jamaica-Brasil. O reggae é uma música da qual as pessoas precisam. Ela prega e estimula a paz, a não violência, o respeito, a tolerância e a unidade das raças, virtudes que andam meio esquecidas na sociedade moderna”, afirma Miranda. “É importante mantermos vivo o espírito do reggae e da filosofia rastafári." Surgido entre os anos 1960/70 nos guetos pobres de Trenchtown, a favela de lata de Kingston, na Jamaica, o reggae ganhou o mundo pela força musical de estrelas que saíram de seus barracos, como Marley, Peter Tosh e Bunny Wailer. “A opressão que atinge os menos favorecidos, a necessidade de luta por direitos iguais e a busca por liberdade em uma terra onde os homens não são julgados apenas pela cor de sua pele são temas comuns nas letras. São lamentos, mas também bandeiras que ganharam admiradores ao redor do mundo, por ser a arte que prega a importância do amor entre as raças, credos e culturas. O reggae é mais do que simplesmente música, é revolução em forma de acordes”, conclui Doc Miranda. Hoje, às 17h, na Concha Acústica do Taquaral (Av. Heitor Penteado, s/nº, Taquaral, portão 2). Entrada franca. (AAN)

Escrito por:

Delminda Aparecida Medeiros