Publicado 22 de Julho de 2016 - 12h50

Por Paulo César Dutra Santana

Paulo Santana

Da Agência Anhanguera

[email protected]

Dois jogadores que conquistaram o coração da exigente torcida pontepretana estarão treinando novamente no CT do Jardim Eulina, na tarde de hoje. O goleiro Marcelo Lomba e o volante Fernando Bob, que estão relacionados para o confronto com a Macaca, amanhã, às 11h, no Estádio Moisés Lucarelli, participarão de uma atividade recreativa no campo de treinamento usado pelo time alvinegro.

A liberação do espaço para os adversários, que não muito comum no futebol, se deve ao fato da boa relação entre os clubes. Tanto que, quando foi a Porto Alegre para enfrentar o Grêmio há pouco mais de um mês, o colorado cedeu as modernas instalações do CT Prque do Gigante para que a Ponte Preta pudesse realizar sua última atividade antes do jogo pela 6ª rodada do Brasileirão.

Procurados pela reportagem do Correio, Bob e Lomba não foram autorizados pela assessoria a falar sobre o reencontro com o clube que defenderam com sucesso no ano passado. A dupla era parte do pilar de sustentação do time que encerrou o ano com melhor campanha do clube na era dos pontos corridos.

A respeito do jogo e da situação de sua equipe atual, Bob reconhece o momento complicado. “Vivemos um momento ruim e precisamos assimilar isso. Só nós reverteremos a situação. Respeitamos muito a Pomte, mas vamos dar o máximo pelos três pontos”, disse o volante.

Lomba chegou há uma semana no Internacional e foi logo assumindo a posição de titular. “O Inter é um clube gigante. Está bem servido de goleiros e eu cheguei para dar suporte e caminharmos juntos. Cheguei para ajudar”, afirmou o atleta, que amanhã deverá ficar como opção no banco de reservas.

Embora o clima seja de total cordialidade fora de campo, os jogadores da Macaca se prepararam para ter surpresas diante do time que perdeu seis e empatou apenas uma das sete últimas rodadas. “A gente não tem nada a ver com o que está acontecendo eles (Inter). Temos que manter o nosso trabalho, a determinação e a forma de jogar para fazer valer o fator casa. É importante somar pontos”, disse o volante João Vitor, que retorna à equipe depois de cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo.

O técnico Eduardo Baptista fechou o treino de ontem para realizar jogadas ensaiadas e de posicionamento. Para isso, postou os atletas em situações de ataque e também de defesa para não ser surpreendido pelo adversário. O timer deve jogar com João Carlos; Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábo Ferreira e Reinaldo; João Vítor, Wendel e Maycon; Clayson, Roger e Rhayner.

Escrito por:

Paulo César Dutra Santana