Publicado 19 de Julho de 2016 - 20h38

Por France Press

Donald Trump obteve o apoio da maioria de 1.237 dos delegados, o mínimo necessário para conseguir a indicação

Drew Angerer/France Press

Donald Trump obteve o apoio da maioria de 1.237 dos delegados, o mínimo necessário para conseguir a indicação

Os delegados do Partido Republicano indicaram, nesta terça-feira (19), Donald Trump seu candidato às eleições presidenciais dos Estados Unidos, durante a convenção em Cleveland (Ohio, norte).

"Donald J. Trump, tendo recebido a maioria dos votos na convenção, foi selecionado como o candidato do partido Republicano à presidência dos Estados Unidos", declarou o presidente do Congresso, Paul Ryan, na qualidade de diretor de debates.

"É uma grande honra ser o indicado do Partido Republicano a Presidente dos Estados Unidos. Vou trabalhar duro e jamais vou decepcioná-los! PRIMEIRO A AMÉRICA!", tuitou aos seus quase 10 milhões de seguidores, minutos após a nomeação.

Na quinta-feira (21), ele aceitará a candidatura no encerramento da convenção republicana.

A algazarra tomou conta da Quicken Loans Arena quando a delegação de Nova York, o estado de Trump, deu seus 89 votos no momento-chave - tudo previamente orquestrado - para colocar o magnata no topo, com os votos necessários à indicação.

Uma versão instrumental do clássico "New York, New York" invadiu o local após o anúncio, ao mesmo tempo em que alegres delegados dançavam e erguiam as mãos.

"É incrível. É surreal. Estou muito orgulhosa do meu pai, todos estamos", disse à CNN a filha mais velha do magnata do setor imobiliário, Ivanka.

Uma a uma, as delegações dos 50 estados e territórios americanos anunciaram os resultados das primárias no segundo dia da convenção em Cleveland, uma cidade de 400 mil pessoas, blindada à espera de muitos protestos.

Na contagem final, baseada no resultado das primárias, Trump obteve 1.725 delegados, seguido de Ted Cruz, 475, John Kasich, 120, e Marco Rubio 114.

Jeb Bush, visto no passado como o candidato lógico dos republicanos, obteve apenas três votos.

Os americanos vão às urnas em 8 de novembro para eleger o sucessor do presidente Barack Obama, uma disputa que terá Trump e a democrata Hillary Clinton como protagonistas.

Escrito por:

France Press