Publicado 11 de Julho de 2016 - 14h03

Por France Press

Militares vão ajudar na luta contra a organização Estado Islâmico (EI)

Martin Bureau/AFP

Militares vão ajudar na luta contra a organização Estado Islâmico (EI)

Os Estados Unidos enviarão 560 militares a mais ao Iraque para ajudar na luta contra a organização Estado Islâmico (EI), anunciou nesta segunda-feira, em Bagdá, o secretário de Defesa americano Ashton Carter.

Este aumento elevará a 4.600 o número de militares americanos posicionados no Iraque, especialmente para amissões de formação das tropas iraquianas.

Carter chegou na manhã desta segunda-feira a Bagdá para abordar com o primeiro-ministro iraquiano, Haider al Abadi, a melhor forma de combater o EI e recuperar Mossul.

A visita de Carter, que não foi anunciada, ocorre dois dias após as forças iraquianas retomarem uma base aérea ao sul de Mossul, que servirá para a batalha por esta cidade do norte do Iraque, sob controle jihadista desde junho de 2014.

O principal objetivo, segundo ele, é que as forças iraquianas de segurança recuperem todo o território do Iraque.

No sábado, Al Abadi anunciou que as forças iraquianas recuperaram a base aérea de Qayyarah, 60 km

Escrito por:

France Press