Publicado 24 de Julho de 2016 - 5h00

Por Marita Siqueira

Boa-praça, Patrick comanda o bar há um ano e oferece aos novos e antigos clientes iguarias como a moela

Fábio Mello/AAN

Boa-praça, Patrick comanda o bar há um ano e oferece aos novos e antigos clientes iguarias como a moela

Muito se espera de um bairro que homenageia mestres da música brasileira no batismo das praças Elis Regina e Vinicius de Moraes, e o Jardim Eulina, em Campinas, faz jus a essa expectativa. Local hospedeiro, onde o encanto está na singeleza e no lirismo das ruas pelas quais as crianças ainda correm atrás das pipas. É um cenário predominantemente residencial, que tem botecos espalhados pelas esquinas.

Esse clima circunda o Bar e Mercearia Jardim Eulina, que há 45 anos celebra o autêntico espírito de botequim. Hoje conduzido por Patrick, o bar oferece todos os dias caldo de mocotó e moela, iguarias que representam a cultura firmada no estabelecimento.

Bastaria isso para os olhos brilharem, mas vai além. As três estantes ao fundo guardam dezenas de garrafas, entre elas as cachaças, prediletas dos notívagos do pedaço. Trata-se de um grupo formado por veteranos, muitos aposentados, que trazem na pele as marcas de uma vida toda de trabalho. A eles, os objetos antigos que decoram o bar transmitem nostalgia; aos mais jovens, dão a dimensão do passado.

Além das relíquias e dos comes e bebes da mais alta baixa gastronomia, Patrick teve a preocupação de levar acessibilidade a cadeirantes como Jacaré, um dos motivadores da iniciativa, e o cuidado de restaurar um pedacinho do surrado balcão como símbolo de outrora. O boa-praça e superatencioso rapaz assumiu o negócio há um ano, contando com o apoio essencial dos antigos frequentadores.

Dessa maneira, o Bar e Mercearia Jardim Eulina amplia a cada dia sua vocação de aglutinar pessoas, especialmente as da região cercada pela Rodovia Anhanguera e pela Avenida Marechal Rondon. Elas encontram por lá a graciosa sombra do pé de maracujá, cheio de folhas e quase sempre sem frutos, já que esses rendem batidas providenciais. Do aroma das árvores ao rádio sintonizado na estação comunitária Noroeste, o boteco do Patrick tem a cara, o cheiro e o jeito brasileiros, no mais belo sentido da palavra. Um grande botequim a quem devo agradecer Eliane Nartini pela indicação.

Bar e Mercearia Jardim Eulina

Rua Sargento João Batista Sarubbi, 108, Jardim Eulina, Campinas, f. (19) 3579-2403. Aberto de segunda a sábado, das 9h às 23h; domingo, das 9h às 17h.

Escrito por:

Marita Siqueira