Publicado 12 de Julho de 2016 - 5h30

A projeção de instituições financeiras para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foi levemente reduzida ao passar de 7,27% para 7,26%. Essa foi a segunda semana seguida em que houve redução na estimativa. Para 2017, a projeção também caiu, ao passar de 5,43% para 5,40%, no segundo ajuste consecutivo. Os dados estão no Boletim Semanal Focus, levantado junto ao mercado. Para a Selic, a expectativa das instituições financeiras segue em 13,25% ao ano, ao final de 2016, e em 11% ao ano, no fim de 2017. Já a estimativa para a queda do Produto Interno Bruto (PIB) foi reduzida de 3,35% para 3,30%, neste ano. Para 2017, a estimativa de crescimento continuou em 1%, completando quatro semanas nesse patamar. E para o dólar, a aposta foi alterada de R$ 3,46 para R$ 3,40 ao final deste ano, e de R$ 3,70 para 3,55, no fim de 2017. (Estadão Conteúdo)