Publicado 24 de Julho de 2016 - 5h30

Ainda não conhecemos bem as causas do transtorno que atinge uma em cada 100 crianças, mas a genética tem papel importante