Publicado 22 de Julho de 2016 - 5h30

A conta continua crescendo. A delegação brasileira para os Jogos Olímpicos Rio 2016, que já tinha o número recorde de 462 atletas, ganhou três novos integrantes. A Federação Internacional de Canoagem (ICF, na sigla em inglês) suspendeu por doping as equipes de Belarus e Romênia por um período de um ano. Com a decisão, a vaga do K4 1000m ficou com o Brasil, quinto colocado na final B do Mundial de Canoagem Velocidade, disputado em Milão, Itália. Assim, os canoístas Roberto Maehler, Celso Oliveira e Vagner Souta se juntam à Gilvan Ribeiro na equipe olímpica de canoagem do Brasil. Com 465 atletas, esta é a maior delegação brasileira em Jogos. O recorde anterior do Brasil era em Pequim 2008, quando o país foi representado por 277 atletas. (EC)