Publicado 19 de Julho de 2016 - 5h30

O goleiro Fernando Prass comparou sua primeira convocação para a Seleção Brasileira aos 38 anos a um casal que só consegue ter um filho quando já não esperava mais. Ele garantiu que jamais deixou o sonho de lado. "O casal tenta, tenta, desencana e acaba conseguindo. Traz muito mais felicidade", disse o palmeirense em entrevista na Granja Comary.

Prass foi um dos 15 jogadores que se apresentaram ontem ao técnico Rogério Micale para dar início à preparação aos Jogos do Rio. O lateral Douglas Santos se junta ao grupo hoje. O zagueiro Marquinhos, liberado pelo PSG, chega na quinta-feira e o meia Renato Augusto apenas no dia 27, já em Goiânia, onde a seleção faz contra o Japão o único amistoso antes da Olimpíada, dia 30.

Entre os jogadores já integrados à seleção está o atacante Neymar. Ele se apresentou pela manhã e passou por bateria de exames e avaliação física junto com os outros. O craque do Barcelona chegou à concentração em um carro da CBF.

Neymar é o único dos 18 convocados pelo técnico Rogério Micale que tem experiência em Olimpíada. Em 2012, ele disputou os Jogos de Londres, quando o Brasil ficou com a medalha de prata após cair diante do México na decisão do torneio.

Com apenas 19 anos, Gabriel tem boa experiência na seleção. Já participou dos times sub-17, sub-20 e agora no sub-23 disputará a Olimpíada. O atacante também esteve com o elenco na vexatória campanha na última Copa América Centenário, no mês passado, nos Estados Unidos, onde a equipe nacional foi eliminada na primeira fase e ocasionou a demissão do técnico Dunga.

"Estou muito feliz e ansioso pela Olimpíada. Vai ser um marco muito grande se a gente ganhar. É um título que ninguém conquistou. A gente tem que ter muita calma, trabalhar bastante e, se ganhar, vai ser um sonho realizado", disse.

Gabriel também se mostrou animado por voltar a atuar ao lado de Neymar. Quando subiu para o profissional do Santos, ele teve pouco tempo ao lado do companheiro, que logo foi negociado para o Barcelona. "Foi muito rápida a nossa dupla no Santos, então estou muito feliz com essa oportunidade", lembrou.

A Seleção Brasileira estreia na Olimpíada em 4 de agosto, às 16h, contra a África do Sul, em Brasília. Três dias depois, joga novamente na capital federal contra o Iraque, encerrando a participação na primeira fase do torneio olímpico em Salvador, contra a Dinamarca, no dia 10. (Estadão Conteúdo)