Publicado 12 de Julho de 2016 - 5h30

A Mercedes recuou na sua intenção de recorrer da punição imposta a Nico Rosberg durante o GP da Inglaterra, disputado domingo, e anunciou ontem que não vai apresentar uma ação para anular a decisão que impediu uma dobradinha dos seus pilotos na prova vencida por Lewis Hamilton. Nas voltas finais da corrida, Rosberg passou a ter problemas com o câmbio. Diante disso, a equipe passou a orientação pelo rádio para que não utilizasse a sétima marcha. Rosberg terminou o GP em 2, mas os comissários apontaram que a equipe violou o regulamento que aponta a restrição de informações via rádio. Por causa disso, o alemão foi punido com o acréscimo de dez segundos ao seu tempo final de prova e, com essa decisão, perdeu o segundo lugar na prova para o holandês Max Verstappen, da Red Bull. (EC)