Publicado 25 de Julho de 2016 - 17h53

Por Estadão Conteúdo

Tevez pensa em se aposentar jogando pelo Boca Juniors

Eitan Abramovich/France Press

Tevez pensa em se aposentar jogando pelo Boca Juniors

A surpreendente eliminação do Boca Juniors diante do Independiente del Valle nas semifinais da Libertadores levantou dúvidas sobre a continuidade de Carlitos Tevez no clube. Supostas propostas da Europa ganharam as páginas dos jornais argentinos e os rumores ganharam força até esta segunda-feira (25), quando o próprio atacante deu entrevista coletiva para afastar as especulações e garantir sua continuidade no clube.

"Vocês (imprensa) criam a novela. Assinei por três anos e nunca duvidei do que assinei e nem do meu amor por esta camisa. Assim, é óbvio que fico. No Boca, tudo é uma novela, mas fazemos o que é melhor para o clube, com os erros e acertos. Minha ideia é me aposentar no Boca, esteja como estiver o clube", afirmou.

Boa parte da imprensa argentina chegou a noticiar que Tevez estava insatisfeito com o rendimento do Boca e com o não cumprimento de alguns acordos financeiros firmados. A história ganhou ainda mais força depois que o atacante pediu - e foi atendido - três dias de afastamento dos treinos, alegando estar abalado com a eliminação da Libertadores. Para ele, no entanto, toda a situação foi bastante natural.

"Tive uma reunião e ele (o técnico Guillermo Barros Schelotto) me falou que eu seria o próximo capitão do Boca. Para esta responsabilidade, é preciso estar bem de cabeça, tranquilo, os garotos não podem te ver cambaleando. O que disse é que não estava bem neste momento, foi um forte golpe, precisava de uns dias para descansar. Ele entendeu e chegamos à conclusão de três dias livres", revelou.

Apesar do baque, Tevez prometeu se recuperar rapidamente para ajudar o Boca. "É preciso digerir rápido para fazer o melhor segundo semestre possível. Vou seguir no Boca. Pode aparecer o Napoli, o Chelsea, que vou seguir no Boca, não vou para lugar nenhum. Vou lutar com meus companheiros e tratar de fazer o melhor pelo clube."

Escrito por:

Estadão Conteúdo