Publicado 22 de Julho de 2016 - 22h17

Capa do livro 'Fergus Voador - O grande desafio de ciclismo', de Chris Hoy

DIVULGAÇÃO

Capa do livro 'Fergus Voador - O grande desafio de ciclismo', de Chris Hoy

Com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro dobrando a esquina, a vontade de se aventurar num esporte aflora em todos nós. Há tantas categorias, e são todas tão interessantes, que chega a ser difícil escolher qual a mais legal. Afinal, elas, a sua maneira, despertam certos sentimentos em nós, como alegria, paixão, medo, aflição, angústia e por aí vai. 

A atividade que tomou conta dos dias de Fergus Hamilton foi o ciclismo. Quando ele completou 9 anos, tudo o que ele queria de presente era uma bicicleta incrível. O problema é que bicicletas incríveis não são nada baratas e tudo o que ele conseguiu foi uma velhinha e enferrujada que pertenceu ao seu pai.

Nada disso, entretanto, desanimou o garoto. Ele deu um jeito de reformar a magrela e se viu satisfeito pedalando por aí. Tanto que ele e seu fiel cachorro, de repente, foram transportados para uma terra governada por um rei que não aprova o ciclismo. Mas com paciência e muita perseverança, ele mudou as coisas por lá e aprendeu que na vida real não é preciso mágica para vencer, só um pouco de paciência e o apoio da família e dos amigos.

Tudo isso é contado no livro 'Fergus Voador - A Bicicleta Fantástica', de Chris Hoy - mais bem-sucedido atleta olímpico da Grã-Bretanha e maior ciclista olímpico masculino de todos os tempos. Porém, depois de salvar o ciclismo de um reino distante, agora chegou a hora do garoto tentar ser campeão na modalidade que escolheu para vida. Uma aventura e tanto que recheia as páginas da nova obra de Hoy, intitulada 'Fergus Voador - O Grande Desafio de Ciclismo' (Rocco, 128 págs., R$ 29,50).

A competição que dá nome ao livro é a maior corrida anual de bicicleta de sua cidade, que vem sendo conquistada pela convencida equipe Campeões do Wallace. Para Fergus, chegou a hora de deixá-la para trás, comendo poeira. Claro que para ele conseguir isso é preciso muito treino, além de uma equipe. Seu avô tem então a ideia de criar Os Esperançosos do Hércules, mas o problema é que ninguém aparece para se inscrever.

Quando tudo parece ir por água abaixo, já que o prazo estava se esgotando, um garoto alto e desengonçado conhecido como Catástrofe Coogan no colégio e uma garota baixinha de apenas 7 anos chamada Minnie McLeod se candidatam a fazer parte do time de Fergus.

Com uma equipe pronta, resta saber se o pessoal será capaz de derrotar os chatos Campeões do Wallace e vencer o Grande Desafio de Ciclismo. O livro conta cada detalhe do torneio e, acredite, você vai se surpreender.