Publicado 21 de Julho de 2016 - 22h35

Por Delma Medeiros

Procissão da Festa de Sant´Ana, pelas ruas de Sousas

Cedoc/RAC

Procissão da Festa de Sant´Ana, pelas ruas de Sousas

O cenário bucólico, com ruas de paralelepípedos, casario histórico, restaurantes, bares, rios, cachoeiras e a natureza exuberante que pode ser apreciada de praticamente todos os pontos de Sousas, ganham uma atração especial neste fim de semana com a tradicional Festa de Sant’Ana, a padroeira do Distrito. Em sua 84ª edição, a festa popular espera receber aproximadamente 25 mil pessoas, especialmente de hoje a domingo, quando às atividades religiosas, iniciadas na quarta com missas diárias, recebem o reforço da gastronomia e shows variados na Praça Beira Rio. “Este evento integra o calendário oficial da cidade. Trata-se da festa religiosa de maior dimensão na região”, afirma Sonia Maria Mian de Almeida, que há 14 anos divide com o marido a coordenação da festa.

O tema deste ano é 'Com Sant’Ana Cuidamos da Natureza', numa clara alusão ao fato de Sousas — junto com Joaquim Egídio e o bairro Carlos Gomes — ser uma Área de Proteção Ambiental (APA), com 222 km² de extensão, em uma região onde se concentra grande quantidade de nascentes e cerca de 60% da vegetação nativa da cidade, composta por fragmentos de Mata Atlântica. Com fauna e flora diversificada e paisagem diferenciada devido aos morros e serras, a região registra em torno de 250 espécies de aves, 68 de mamíferos, 45 de anfíbios e 40 de répteis. É comum avistar, nas casas e restaurantes próximos da mata, saguis, tatus, tucanos, maritacas, entre outros.

A semana de celebração conta com a participação das várias comunidades religiosas de Sousas. Hoje, os destaques ficam para o Terço da Padroeira, com participação dos grupos de terço da paróquia, e o início da programação artística, que apresenta a dupla sertaneja Henrique e Tiba e a banda de pop rock Vila Ruana. Segundo o padre Paulo Emiliano, pároco da matriz, o objetivo é cultivar os valores religiosos e culturais do distrito. “Queremos promover um encontro com maior integração comunitária, enfatizando ainda mais a cultura regional e a história do distrito, além de resgatar os valores religiosos, abrangendo todos os visitantes”, afirma.

No fim de semana, shows de vários estilos musicais que vão do sertanejo, ao rock, samba, MPB e bandas tradicionais; atrações para as crianças; e diversas barracas de bebidas e comidas, contemplando pratos típicos e tradicionais da festa, como os doces e bolos caseiros, com destaque para as cocadas; churrasco e costelão no bafo, lanches de pernil e calabresa, nhoque, quentão e vinho quente, entre outras delícias. Cerca de 350 voluntários trabalham no evento, cuja arrecadação é destinada aos trabalhos pastorais de evangelização, trabalhos sociais da comunidade e manutenção da matriz.

No domingo (24), as atividades religiosas são a principal atração. A festa começa com a acolhida da imagem de São Joaquim, marido de Sant’Ana e padroeiro do distrito de Joaquim Egídio. O encontro dos dois é seguido de missa ao ar livre, benção das famílias e oferecimento do bolo de Sant’Ana. À tarde, ocorre a tradicional procissão com os andores ornamentados pelas famílias do Distrito, outra tradição que atrai a atenção de moradores e visitantes. A festa termina na próxima terça-feira, dia da padroeira, com missa e bênção dos avós. Sousas e Joaquim Egídio são dois polos gastronômicos, incluídos no roteiro turístico de Campinas. Além dos inúmeros restaurantes e bares que oferecem pratos especiais para todos os gostos, vale uma circulada pelas ruas estreitas, com casas históricas e coloridas, uma passeio pela trilha ecológica que une Sousas a Joaquim Egídio e conferir a vista privilegiada do rio Atibaia, da pontinha do outro lado da Praça Beira Rio.

SAIBA MAIS

Em 1584, o papa Gregório XIII proclamou dia 26 de julho oficialmente como Dia de Sant’Ana, por ser comemorado nesta data o Dia dos Avós. Sant’Ana e São Joaquim são pais de Maria e avós de Jesus Cristo, e a devoção pelos santos ficou mais comum na Alemanha, após registros de relatos religiosos.

Programação Religiosa da Semana da Padroeira

Nesta sexta-feira (22), às 19h - Terço da Padroeira, com participação dos representantes dos grupos de terço da Paróquia

Sábado (23), às 19h - Missa 

Domingo (24), às 8h45 - Acolhida da imagem de São Joaquim, marido da Sant’Ana; 9h, Missa ao ar livre na Praça Beira Rio, seguida da benção das famílias e do bolo de Sant’Ana, com participação do Coro Sant’Ana; 16h, procissão com os andores ornamentados pelas famílias do Distrito; 17h, missa

Segunda (25), às 19h30 - Dia de São Cristóvão (padroeiro dos motoristas), missa com a bênção dos motoristas e chaves dos veículos

Terça (26), às 20h - Dia da padroeira Sant’Ana, mãe de Maria e avó de Jesus; missa com bênção dos avós e participação do Coro Sant’Ana

Obs.: neste sábado e domingo, a matriz fica aberta até às 20h

Programação artística

Nesta sexta, a partir das 20h - Henrique e Tiba (sertanejo) e Vila Ruana (pop rock)

Sábado, a partir das 12h - Banda Green River (rock); Rock Daniel’s (blues e rock); Banda Lira; e Fabio Henrique e Gabriel (sertanejo)

Domingo, a partir das 11h: Wagner & Faty (MPB); Pe. Paulo, Meninões Cantores & Banda (vários estilos); Amigos do Samba de Sousas (samba); Corporação Musical

de Valinhos (banda); e Orquestra de Violas de Valinhos (sertanejo)

Escrito por:

Delma Medeiros