Publicado 24 de Julho de 2016 - 22h02

Por Agência Anhanguera de Notícias

A Polícia Militar de Campinas deteve para averiguação no começo sábado, um promotor de eventos de 20 anos por suspeita de embriaguez ao volante e falta de carteira de habilitação. Segundo a polícia, por volta das 5h20 o promotor de eventos N..S, morador em Campinas, ligou para o 190 do Copom dizendo que havia sido assaltado e os ladrões levado seu automóvel, um Honda Civic, e que ele estava parado próximo ao pedágio da Rodovia Santos Dumont (SP-075- sentido norte).

Uma viatura da PM com quatro patrulheiros foi deslocada até o local para averiguar a ocorrência e se deparou com o rapaz em visível estado de embriaguez. Próximo ao local, os policiais conseguiram localizar o Honda Civic do rapaz com sinais de colisão na lateral direita. Durante a conversa, um funcionário da concessionária que administra a rodovia se aproximou e disse que o rapaz havia batido o carro numa mureta central de proteção antes do pedágio e que não havia ocorrido nenhum assalto.

Diante da argumentação, segundo os PMs, o promotor de eventos acabou confessando que havia mentido e que havia batido o veículo depois de voltar de um baile funk que aconteceu numa chácara das proximidades. Ele foi encaminhado para o Plantão da Segunda Delegacia de Polícia, onde seria lavrado um BO. Até a conclusão desta matéria não se sabia se ele seria preso ou liberado pelo delegado plantonista. 

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias