Publicado 24 de Julho de 2016 - 21h05

Por Alenita Ramirez

Neste domingo (24) foi realizada a homologação da chapa de vereadores, que será pura, sem coligações, e composta por 50 candidatos a vereador

Élcio Alves/ AAN

Neste domingo (24) foi realizada a homologação da chapa de vereadores, que será pura, sem coligações, e composta por 50 candidatos a vereador

Apesar de a convenção ter ocorrido na manhã deste domingo (24), o PSDB só vai definir o candidato a vice-prefeito na noite de quarta-feira. Neste domingo (24) foi realizada a homologação da chapa de vereadores, que será pura, sem coligações, e composta por 50 candidatos a vereador, a confirmação do apoio à candidatura à reeleição do prefeito a Jonas Donizette (PSB) e também a autorização dos membros do partido para que a Executiva continue discutindo o processo de escolha do vice, que tem três candidatos: o atual vice, Henrique Magalhães Teixeira, o advogado Flávio Henrique Pereira, ex-secretário de Gestão e Controle, e Paulo Roberto Sabioni, o Periquito, secretário de Esportes de Valinhos.

"Ainda não se chegou a um consenso. Falta mais conversa entre a Executiva e os candidatos para ver o que é o melhor para Campinas" , disse o presidente do partido em Campias, Carlos Alberto Cavallaro, o Beto Cavallaro. "Não há uma preferência. Os três candidatos são iguais e todos têm o respeito do partido" , completou.

Os deputados federal Carlos Sampaio e estadual Célia Leão, além do prefeito Jonas Donizette, marcaram presença na convenção que ocorreu no diretório do partido no bairro Taquaral. "O PSDB é tranquilo e mantemos nossa aliança com o PSB porque ganhamos as eleições de 2012 e estamos no governo. Queremos dar continuidade aos projetos para a cidade" , frisou Beto.

O PMB e o PC do B também confirmaram apoio à candidatura do prefeito Jonas Donizette, em convenção pela manhã.

A votação do PMB ocorreu no Plenário da Câmara, com início por volta das 10h. O vereador Aurélio Cláudio confirmou a candidatura para reeleição. É a sexta vez que ele disputa o cargo. Aurélio é o único candidato ao legislativo pelo partido que fez aliança com o PSB e o PMDB para a chapa de vereador.

"A administração de Jonas está dando certo e está no caminho certo. Ele está fazendo o que a cidade necessita, mesmo com as dificuldades que têm. É uma administração séria e honesta. Vamos apostar na continuidade dessa administração para conseguirmos fazer mais obras na cidade" , disse Aurélio. "Eu acredito no partido e que eles possam melhorar Campinas" , frisou.

A convenção contou com cerca de 60 filiados e foi tranquila. Já o PC do B reuniu cerca de 700 filiados e simpatizantes no Clube Orion no bairro Bonfim. O evento contou com a participação do deputado federal Orlando Silva, presidente do comitê estadual da sigla, da presidente do partido em Campinas, Márcia Quintanilha, e do prefeito Jonas Donizette.

O partido confirmou o apoio à reeleição do prefeito e a candidatura de 33 candidatos. Para fechar a chapa, a sigla fez aliança com o PT do B e hoje define coligação com outro partido, cuja a sigla não foi divulgada. "Para a chapa de vereadores vamos fazer uma coligação proporcional. Nosso partido já tem os 33 candidatos, sendo 13 mulheres. O PTdoB tem de 15 a 18 candidatos e só falta o terceiro partido" , disse Márcia.

Durante a convenção, o partido entregou uma carta compromisso para Jonas Donizette que coloca vários pontos de manutenção dos projetos da legenda. "Continuamos a aliança do PSB e o PTdoB. Estamos juntos desde 2012 e achamos importante dar continuidade a essa parceria. Queremos que o prefeito seja reeleito para darmos continuidade ao processo de melhoria para a cidade" , falou a presidente do partido.

O PTB (Partido Trabalhista Brasileiro) realizou sua convenção neste domingo e confirmou o apoio à candidatura à reeleição do prefeito a Jonas Donizette (PSB). Na ocasião, também foi firmada a coligação com o PRP (Partido Republicano Progressista). A chapa de vereadores dos partidos, contará com 39 candidatos do PTB e 11 do PRP. Totalizando os 50 vereadores da chapa.

As convenções seguem entre os dias 27 e 31 para pelo menos 12 partidos. O Democratas agendou o encontro para o dia 27; PRB, PSD, PR marcaram para o dia 29; PDT, Rede, PMDB e PP fazem a reunião no dia 30; e PSB, PSDC e PPL realizam a convenção partidária no dia 31. Além do PSB de Jonas, PT, PSD, PDT e Rede terão candidaturas próprias a prefeito.

PT e PSD vão concorrer com Marcio Pochmann e Artur Orsi, respectivamente, mas ainda não definiram os nomes dos candidatos a vice. Já a Rede terá Surya Guimaraens como candidata a prefeita e Guilherme Oliveira, vice. O PDT garante que terá nome próprio, mas ainda não anunciou o pré-candidato. Apesar de inelegível, o ex-prefeito Hélio de Oliveira Santos não esconde a intenção de concorrer.

O PT e o PSD deverão definir ainda os partidos que irão compor a coligação. Isolado, o PT deverá ter chapa pura e partidos considerados pequenos na coligação. O PSD esperava contar com o PMDB em sua coligação, apostando numa articulação encabeçada por caciques estaduais e nacionais das legendas. Porém, o diretório municipal do PMDB defendia a manutenção da aliança com Jonas e a vontade dos dirigentes locais deve prevalecer. Com a decisão, o PSD também deve contar apenas com partidos pequenos em sua coligação.

Escrito por:

Alenita Ramirez