Publicado 18 de Julho de 2016 - 14h11

Por Alenita Ramirez

A vítima é de Curitiba e estava de passagem por Paulínia

Alenita Ramirez/ AAN

A vítima é de Curitiba e estava de passagem por Paulínia

Um atendente de um hotel, em Paulínia, foi preso na madrugada de domingo acusado de estuprar uma hóspede, uma promotora de eventos de 29 anos. Paulo Henrique Martins Marciano foi preso em casa após a vítima chamar a Polícia Militar (PM). Ele não tinha passagem criminal e foi encaminhado para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial (DP), no bairro São Bernardo em Campinas.

Segundo o delegado Rodrigo Luís Galazzo, o estupro aconteceu cerca de uma hora após a promotora de eventos discutir com o namorado.

“Como estavam muito alterados e tinham quebrados vários objetos, o casal foi aconselhado pelo gerente a ficar em quartos separados. Provavelmente ela adormeceu e disse que acordou com o atendente sobre ela. Ela gritou por socorro e o agrediu”, contou Galazzo.

O funcionário usou uma chave-mestra para entrar no quarto da hóspede. “Ele confessou o estupro. Disse que a viu dormindo, mexeu em seu pé e como ela não acordou, deu vontade de fazer sexo com a moça”, disse o delegado.

O crime foi por volta das 23h30 do sábado, pouco antes do suspeito deixar o serviço. Ele trabalhava no hotel há mais de um ano. A vítima é de Curitiba e estava de passagem por Paulínia. “Além de ele confessar o crime, existem imagens que mostram que ele entra no quarto da moça com uma chave e pouco tempo depois sai semi vestido. Ela também o reconheceu”, frisou o delegado.

Em nota, a rede de hoteis informa que lamenta e repudia a ocorrência sem precedentes no hotel. “Os colaboradores são selecionados e treinados para observar os princípios éticos e as boas práticas da rede, que visam à segurança de seus hóspedes e o respeito à mulher”, frisou a administração da rede, destacando que o hotel está à inteira disposição da polícia e continuará contribuindo com as investigações.

De acordo com a administração hoteleira, serão reforçadas as orientações que são fornecidas nos treinamentos operacionais que incluem procedimentos de segurança para hóspedes e colaboradores.

Escrito por:

Alenita Ramirez