Publicado 21 de Julho de 2016 - 22h06

Por Agência Anhanguera de Notícias

Policial falso enganava vítimas

Cedoc/RAC

Policial falso enganava vítimas

Um autônomo de 23 anos está se passando por policial para extorquir frequentadores dos terminais de ônibus da região central de Campinas. Segundo policiais civis do 1º Distrito Policial, o larápio usa uniforme, colete e distintivos falsos comprados no camelô e aborda as vítimas alegando que irá fazer uma revista.

Ele furta dinheiro, cartão de bilhete único e celular, com a justificativa de apreensão. Em alguns casos, ele pega até bolsas e está agindo há pelo menos três meses.

Segundo os policiais, existem ao menos 17 boletins de ocorrências que remetem à ação do suspeito. O autônomo já foi detido duas vezes, mas como as vítimas não acompanham a detenção, ele presta depoimentos e é liberado. Com ele já foram apreendidos 4 rádios HT, além de unidades de bilhete único. Para ter acesso livre aos terminais de ônibus, o homem, que segundo testemunhas sonha em ser policial, se apresenta para os fiscais como dono de uma empresa que presta serviços de vigilância para a Transurc. No entanto, quando aborda os passageiros, se apresenta como policial.

MALANDRÃO CHEGA A CONTRATAR PESSOAL

De acordo com uma testemunha, o golpista chega a contratar homens e mulheres para trabalhar como segurança nos terminais e durante a abordagem a vítimas, ele pede auxílio para essas pessoas. Segundo a testemunha, um funcionário descobriu que Silva era falsário e chegou a procurar a empresa de segurança do terminal para reclamar da farsa.

Delegado faz apelo pra vítima procurar o DP e denunciar

O delegado Hamilton Caviolla faz um apelo para que as vítimas do falso policial procurem a delegacia para prestar queixa. Só assim o rato poderá ser indiciado por estelionato e ter a sua pena aumentada. A Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) informou que até a tarde de ontem não havia recebido nenhuma informação sobre a ação do falsário dentro dos terminais urbanos. “Todos os agentes da Mobilidade Urbana da Emdec trabalham uniformizados”, disse em nota. A Transurc também informou que ainda não tinha sido notificada da ocorrência.

Escrito por:

Agência Anhanguera de Notícias