Publicado 18 de Julho de 2016 - 23h43

Por Jaqueline Harumi

Frequentadores que foram barrados de entrar no cinema com alimentos comprados fora

Reprodução

Frequentadores que foram barrados de entrar no cinema com alimentos comprados fora

Uma semana depois que um grupo de amigos teve o acesso barrado ao cinema do shopping Parque das Bandeiras, em Campinas, por estar com lanches, refrigerante e chocolates comprados fora do estabelecimento, uma nova confusão foi registrada na noite do último sábado quando 7 pessoas foram orientadas a descartar refrigerantes e milk-shakes para serem autorizados a entrar. A situação no Cine Araújo tem chamado a atenção porque o Superior Tribunal de Justiça (STJ) garantiu no mês passado o ingresso de consumidores em cinemas portando alimentos adquiridos em outros estabelecimentos.

O episódio deste fim de semana foi gravado pelo celular da filha adolescente da analista de atendimento Carolina Bernardo, 35 anos. Na imagem, é possível assistir a adolescente e dois primos questionando o funcionário do cinema sobre a medida. Segundo Carolina, os jovens estavam com copos de refrigerante e outros 2 casais com milk-shake e todos foram impedidos de entrar com as bebidas, mas tiveram o dinheiro dos ingressos devolvidos. “Nada de cinema e foram extremamente grossos”, lamenta a analista, que pretende acionar o Procon.

O Parque das Bandeiras informou que apura os fatos e que solicitará à operadora do cinema que todas as medidas administrativas cabíveis sejam tomadas.

PROBLEMA DE SÁBADO FOI A EMBALAGEM...

O advogado do Cine Araújo, Francisco Bromati Neto, afirmou que o problema de sábado rolou por que a bebida estava no recipiente de papel sem vedação, o que pode causar derramamento. “Se conseguissem uma garrafa transparente poderiam entrar”, comentou Neto, que alegou serem aceitos alimentos comprados em outros lugares desde que sejam similares aos comercializados no cinema – refrigerante, pipoca, balas, chocolates e até barrinha de cereal.

Escrito por:

Jaqueline Harumi