Publicado 14 de Novembro de 2015 - 14h07

Por Alenita de Jesus

Alenita Ramirez

[email protected]

Uma corretora de imóveis de 43 anos saltou do próprio carro em movimento após o ex-marido a forçar entrar no veículo durante uma briga, ontem de madrugada, em Sumaré. Ela sofreu escoriações pelo corpo, foi socorrida por populares ao Pronto-Socorro Macarenko, onde foi medicada e liberada. Além de levar o veículo, o taxista, de 46 anos, também levou a bolsa dela, onde havia R$ 3,2 mil, referente ao pagamento dela.

Segundo relatos da vítima para a polícia, o casal viveu junto por 20 anos e há três anos estão separados. O casal em três filhos que vivem com ela. De acordo com a mulher, o taxista não aceita o fim do relacionamento e vive a perseguindo e a ameaçando de morte. Anteontem, ela foi para a casa do atual namorado, no bairro Nova Veneza, e quando foi por volta das 4h30 de ontem, acordou com os gritos do homem no portão da casa. Como ela se recusou a atendê-lo, o taxista invadiu o imóvel e retirou o carro dela da garagem e dirigiu até a esquina da rua.

A corretora de imóveis disse que ficou com medo que ele fizesse algo e foi até onde ele estava para conversas, mas o homem a pegou pelo braço, a jogou dentro do veículo e acelerou. Assustada, a vítima abriu a porta e saltou do carro em movimento. Como ela gritou por socorro, apareceu várias pessoas no local e o taxista fugiu, levando a bolsa dela, onde havia o dinheiro. Segundo a mulher, o montante seria usado para pagamentos e compras de despesas de casa. Até a tarde de ontem, o homem não tinha aparecido.

A mulher disse para a polícia que não sabia como o ex-marido conseguia a chave do carro, mas ela suspeita que ele tenha furtado há algum tempo atrás quando ela viajou e ele visitou os filhos.

Escrito por:

Alenita de Jesus