Publicado 12 de Novembro de 2015 - 19h09

Por Shana Maria Maciel Pereira

A pequena Lidiana Granja dos Santos, tem apenas dez anos, mas uma longa história de luta pela vida. Diagnosticada desde bebê com amiotrofia muscular espinhal tipo 2 – doença degenerativa do sistema nervoso – a menina é ligada 24 horas por dia em aparelhos de aspiração e respirador e uma sonda no abdome. Vive sob cuidados contínuos. A garota morou no hostipal até os quatro anos de idade e agora mora com com a mãe Luzinete Granja Serrano e uma irmã, na Viela 25 no Jardim Paranapanema, bairro na região Sul de Campinas. O desejo da família é readaptar a cadeira de rodas, melhoria orçada em R$ 3 mil, para que Lidiana se locomova com mais facilidade. A mãe é pensionista e faz sanduíches para ajudar na renda. A família está com o orçamento apertado e não tem condições de bancar a modernização da cadeira. “Quebrei o braço e não estou podendo trabalhar para ajudar nas contas”, lamenta Luzinete.

Além disso os aparelhos ligados 24 horas por dia elevam a conta de energia para R$ 450,00, a água com fatura de R$ 200,00, boa parte gerada pela necessidade de lavar e manter as roupas e pertences da menina sempre limpos e estéreis. E outro gasto pesado é a prestação do carro de R$700,00, que comprou para levar a filha na escola. Apesar das dificuldades, Luzinete jamais perde as esperanças. “Gasto muito com remédios e fraldas para ela, se alguém ajudar de alguma forma ficarei feliz”.

Um dos desejos da menina é ter a casa enfeitada este ano para o Natal. Contudo a necessidade de conseguir dinheiro para os itens essenciais à saúde de Lidiana, deixa essa vontade para segundo plano.

SERVIÇO:

Quem puder ajudar com doações de fraldas, remédios e produtos de higiene o telefone é 99190-5904.

Escrito por:

Shana Maria Maciel Pereira