Publicado 15 de Novembro de 2015 - 14h13

Por Moara Semeghini

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, pode ter sido uma das primeiras pessoas a alterar a imagem em apoio aos mortos no atentado em Paris

Reprodução

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, pode ter sido uma das primeiras pessoas a alterar a imagem em apoio aos mortos no atentado em Paris

O Facebook divulgou uma ferramenta em que é possível alterar a foto de perfil da pessoa na rede social com as cores da bandeira da França, em apoio às vítimas dos atentados terroristas que aconteceram em Paris na sexta-feira (13).

O mesmo recurso de sobrepor as cores às imagens foi usado em junho deste ano, por usuários da mesma rede social quando a suprema corte norte-americana aprovou o casamento gay. Na época a ferramenta permitia pôr as cores do arco-íris (que representam a 'causa gay') à foto do perfil.

Para chegar até a ferramenta, o jeito mais fácil é encontrar um amigo que já tenha alterado a imagem. Ao entrar na página dessa pessoa, procure o post que informa a mudança da foto do perfil com as cores da França. No local deverá aparecer um botão com a palavra 'Experimente' (logo abaixo da foto). Clique nele para alterar sua foto. 

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, pode ter sido uma das primeiras pessoas a alterar a imagem em apoio aos mortos no atentado. 

No post, Zuckerberg escreve: "Meus pensamentos estão com todos em Paris nesta noite. Violência como essa não tem lugar em nenhuma cidade ou país do mundo".

O Facebook também ativou uma ferramenta que permite aos usuários que estão em Paris informar a amigos, seguidores e familiares que passam bem.

Escrito por:

Moara Semeghini